O que são produtos nutracêuticos e como eles ajudam a saúde?

Constantemente envolvidos em um dia a dia bastante agitado, por vezes nos vemos prejudicados na questão alimentar. Seja por alegar falta de tempo ou qualquer outra razão, muitas pessoas mantêm uma alimentação pobre em nutrientes, o que não é nada benéfico à saúde.

Os produtos nutracêuticos existem justamente para combater muitas de nossas deficiências nutricionais, desempenhando um importante papel na busca por hábitos alimentares saudáveis.

E você, já ouviu falar deste tipo de produto? Sabe o que eles são e como contribuem para a nossa saúde? Não? Então fique atento ao nosso artigo e descubra isso e muito mais sobre os nutracêuticos.

O que são produtos nutracêuticos?

Entende-se por produto nutracêutico o composto que contém uma ou mais substâncias específicas extraídas de algum alimento. Essas substâncias podem ser uma determinada vitamina, uma fibra, algum mineral, ácido graxo, entre outros.

A quantidade de nutrientes encontrados nestes produtos é mais elevada do que a existente em produtos similares e até mesmo que a dos próprios alimentos. Os nutracêuticos têm a função de auxiliar na prevenção e combate de incontáveis doenças.

Note que, quando se fala em nutracêutico, nos referimos a ele como um produto em vez de alimento. Isto se deve à sua forma medicamentosa, ou seja, os produtos nutracêuticos podem vir como comprimidos, pó, cápsulas, sachês ou outros tipos de preparados, mas nunca em forma de alimento.

A palavra nutracêutico explica isto, pois significa a junção dos termos nutriente e farmacêutico.

Como eles ajudam na manutenção da alimentação saudável?

A agitada rotina que normalmente faz parte de nossas vidas contribui para a nossa má alimentação. Por consequência disto, pode-se acarretar uma deficiência nutricional, como a falta de essenciais vitaminas ou outros nutrientes que nos mantêm longe de diversas doenças.

Os produtos nutracêuticos vêm exatamente para ajudar a suprir as carências nutricionais que possamos ter. Com isto, é possível afirmar, antes de qualquer coisa, que os nutracêuticos são de grande eficácia na prevenção de inúmeras enfermidades.

Um grande mal que acomete boa parte da nossa população, por exemplo, é o elevado nível de colesterol ruim no organismo, o LDL. Este problema pode levar ao desenvolvimento de várias doenças cardiovasculares e consequências como o infarto. Um dos nutrientes que combatem o LDL é o ômega 3, que é naturalmente encontrado em peixes.

Como nem sempre podemos consumir todos os alimentos que nos fornecerão a correta quantidade diária deste ácido graxo, podemos recorrer aos produtos nutracêuticos. Normalmente, o ômega 3 é comercializado em forma de cápsula de consumo diário, tornando-o um produto nutracêutico.

É a ingestão deste nutracêutico que nos possibilita fornecer, em dosagens adequadas, o nutriente que nosso organismo precisa para tratar ou prevenir determinada doença.

Falamos do ômega 3 como exemplo de um nutracêutico e seus benefícios à saúde, mas é importante deixar claro que existem incontáveis tipos de nutrientes e funções.

Qual a diferença entre produtos nutracêuticos e alimentos funcionais?

Como foi explicado acima, os nutracêuticos assumem uma aparência medicativa (apesar de não serem remédios). E não poderia ser de outra forma, pois não seria possível comercializar um, dois ou mais nutrientes se não fossem em forma de remédios. Somente os alimentos podem nos fornecer, de maneira natural, todos os nutrientes que precisamos para uma vida saudável.

Entende-se, com isso, que os produtos nutracêuticos atuam com o objetivo de complementar a nossa alimentação, assim como nos auxiliar na prevenção e combate de doenças.

Os alimentos funcionais são aqueles que, além de proporcionar benefícios nutricionais normais, também oferecem vantagens adicionais. Isto significa que este tipo de alimento pode ser um ótimo precursor na redução do risco de desenvolver doenças crônicas, além de possuir propriedades fisiológicas de grande benesse.

Alguns exemplos de alimentos funcionais são as frutas cítricas e cereais integrais, como farelo de trigo, aveia e cevada. Há também as frutas vermelhas, como a melancia e o tomate, e algumas leguminosas, sendo duas delas o feijão e a soja. Estes são alguns alimentos, dentre tantos outros, que possuem propriedades funcionais.

O câncer é uma das enfermidades que podem ser prevenidas com alimentos funcionais. Além dele, estão incluídas neste rol as doenças cardiovasculares e oftalmológicas e ainda benefícios como a redução do colesterol e a ação anti-inflamatória.

Existem restrições quanto ao uso de produtos nutracêuticos?

Pelo fato de não serem remédios, os produtos nutracêuticos não apresentam restrições quanto ao seu consumo. Isto também se explica porque não provocam efeitos colaterais em quem os ingere.

O que é sempre interessante mencionar é que estejamos conscientes da importância de consultarmos um médico. É este profissional que deverá nos orientar a respeito do que pretendemos tomar, seja um remédio ou um suplemento alimentar.

Qual a importância deles para quem está de dieta?

Os produtos nutracêuticos podem ser muito necessários para quem está se submetendo a uma dieta alimentar. Muitas vezes, por conta de algum tratamento deste tipo, nosso organismo acaba sofrendo certa deficiência de alguma vitamina.

A partir da recomendação de um profissional da saúde, um nutrólogo ou um nutricionista, podemos recorrer ao uso de nutracêuticos para que consigamos repor os nutrientes que nos faltam.

Com a ingestão dos produtos nutracêuticos adequados, é possível obter a vitamina ou o mineral que necessitamos em um tempo muito menor do que se recorrêssemos apenas aos alimentos.

Crianças podem consumir produtos nutracêuticos?

É comum que crianças apresentem alguma deficiência nutricional, seja por conta de sua alimentação ou uma baixa imunidade. Normalmente, as vitaminas que os pequenos necessitam são fornecidas através de remédios em sua forma líquida, devido à facilidade de ingestão.

Apesar do consumo de produtos nutracêuticos não ser muito comum entre o público infantil, eles podem ser bons aliados quando o assunto é repor vitaminas. Afinal, como já sabemos, os resultados são alcançados de forma rápida e eficaz, ajudando na melhoria e manutenção da saúde da meninada.

Como nunca é demais enfatizar, devemos sempre consultar um médico pediatra antes de fornecermos qualquer produto que interfira na saúde das crianças.

Agora que você já sabe o que são produtos nutracêuticos e a sua importância, compartilhe este artigo com seus amigos para que eles também conheçam seus benefícios.